ARRANCAR DO SOLO AS RAÍZES DO CÉU

IVO : 2019.06.01

ARRANCAR DO SOLO
AS RAÍZES DO CÉU
IVO



01 JUNHO A 26 JUNHO DE 2019 : INSTALAÇÃO

Peguei numa enxada e abri sulcos num terreno.
Choveu.
Formaram-se riachos indo em diversas direcções.
Observei-os e transformei-os, prolonguei-os, tapei-os, redesenhei-os.
Choveu novamente…
Um processo sempre em movimento.
Arrancar do solo as raízes do céu questiona e afirma que o cosmos é formado por matéria que aparenta ser diferente, tem na realidade a mesma origem.
A noção e referência espacial condiciona-nos. Sal e óxido de ferro usados metaforicamente ou deslocados do seu contexto concorrem para perceber que Terra e Céu (universo) não são opostos, antes formam um Todo.
A alusão ao trabalho, à transformação aponta para a energia sempre presente nas nossas diferentes actividades.

IVO . Abril 2019


+info : IVO