da TERRA

RUI VASQUEZ : 2015.09.05

da TERRA RUI VASQUEZ



05 A 18 DE SETEMBRO 2015 : ESCULTURA

O processo de criação tem múltiplos caminhos, inquietações e reflexões plásticas sendo sempre um processo de revelações múltiplas…

trabalho a argila buscando incessante a sua plasticidade ancestral, a cerâmica é e foi veículo fundamental na plástica e práxis da escultura, procuro esses sinais, telurismo e encantamentos da terra. Essa demanda fez-me debruçar sobre a cerâmica popular portuguesa, pré-colombiana, asiática e africana onde, as visões encantatórias da comunhão dos homens com a natureza, da libertação dos corpos e de rituais ancestrais. Escreveu o escultor JoséAurélio o seguinte texto: A Terra, 3º planeta do nosso Sistema Solar, éconstituídopor inúmeros materiais, dos quais destacamos um, tão importante como qualquer outro, que também dá pelo nome de terra. Terra Mãe à qual estamos indelevelmente ligados e da qual vamos sendo senhores e carrascos, numadependênciasócomparávelao ar que respiramos. Terra / Natureza, Terra / Água, Terra / Energia, Terra / Mistério, Terra / Vida, Terra / Fogo, Terra / Barro, Terra / Amor. Rui Vasquez é um grande senhor da Terra e da terra; ele conhece-a bem, domina-a e é dominado por ela. Conhece-a como matériamoldável, coisa dos seus segredos e dos seus caprichos. Conhece também a sua capacidade de reter e mostrar o tamanho da alma que comanda os dedos que moldam, a acariciam com amor e determinação. As terracotas saídas das suas mãos são obras plenas de forma e de sentido, são sinais no tempo, de um tempo sem tempo que caracteriza a relação do homem com o 3º planeta ao longo dos tempos. Bem-hajas caro Rui por dares tanto tempo ao tempo que a terra exige de nós.
José Aurélio 2011


+info : RUI VASQUEZ