PERCURSO DE UM PURGATÓRIO

RUI VASQUEZ : 2018.06.30

PERCURSO DE UM PURGATÓRIO RUI VASQUEZ



30 JUNHO A 24 JULHO DE 2018 : ESCULTURA

Instalação “site specific” escultura
A narrativa desta exposição e a escala das peças apresentadas mostra-se de duas formas:
A primeira em função do espaço em si e as suas características físicas e as condições de exposição , onde o acesso e fruição dos objectos inseridos num espaço específico se mostra através de uma estrutura linear vermelha em metal que deambula no espaço. Linha que vai obrigando o fruídor a percorrer de forma múltipla, dinâmica e interactiva.
A outra forma, na narrativa. Homem Bom, Mulher Boa, Narciso, Presunçoso, Político, Anjos, Demónios e Alminhas… desfilam no ziguezaguear numa plástica declamativa irónica e teatral que pode remeter a uma ”Nau Catrineta” que canta:

“Lá vem a Nau Catrineta, que tem muito que contar! Ouvide, agora, senhores, Uma história de pasmar. Passava mais de ano e dia, que iam na volta do mar. Já não tinham que comer, nem tão pouco que manjar. Já mataram o seu galo, que tinham para cantar. Já mataram o seu cão, que tinham para ladrar. Já não tinham que comer, nem tão pouco que manjar. Deitaram sola de molho, para o outro dia jantar. Mas a sola era tão rija, que a não puderam tragar. Dos desesperos e das angustias” ou, do Auto da Barca do Purgatório de discursos e reflecções ainda contemporâneas, onde figuram protagonistas, os defuntos, que pretendem embarcar na barca do Senhor, cerceados pelo Anjo (que apenas o Menino salva e diz: “Fez-te Deus secretamente/a mais profunda mercê/em idade de inocente”) e pelo Diabo” Taful” que acolhe e saúda os pecadores de forma efusiva : “Ó meu sócio e meu amigo,/meu bem e meu cabedal!”

Dramas da contemporaneidade plasmados?! Que moral encontramos no contraste entre e o desespero e desorientação, entre o belo e o grotesco… ? Todas as personagens lutam contra um destino inexorável metamorfoseando-se.
Em conclusão num rasgo optimista sito Kafka:” não nos devemos preocupar com derrotas porque somos nós que as provocamos”.


+info : RUI VASQUEZ