PINTURA . INSTALAÇÃO

JOSÉ GRAZINA

JOSÉ GRAZINA nasceu no Redondo em 1964.
Curso desenho e pintura na Sociedade Nacional de Belas Artes, estudou Artes Visuais na Escola António Arroio, frequentou pintura no
A.R.C.O, concluiu o curso de monitores de Expressão Dramática, Educação pela Arte, na Fundação Calouste Gulbenkian, com o encenador João Mota, 1º Prémio de Pintura, com a obra “Transfiguração II“, I Bienal da Nazaré – Prémio Thomas e Mello,

1999.
Menção Honrosa em desenho, Centro Cultural da Nazaré,

2000.
Orientou um Whorkshop desenho e pintura na Fundação Oriente com colaboração da Galeria 57, em Macau.

2002
Criou para a Companhia Nacional de Bailado a cenografia do bailado “Who Cares?” de George Balanchine.

2006
Recuperou o cenário, figurinos e adereços para o Bailado “A Sagração da Primavera” Igor Stravinsky, para a Companhia Nacional de Bailado.

2012
Apartado 147, Lx, cartas de Fernando Pessoa a Ophélia Queiroz, direcção de Paulo Pinto, com Pedro Lacerda, Paulo Pinto, em colaboração com os Primeiros Sintomas.

2013
A partir da obra de Georg Bucher, Lenz, é apresentado na ZDB uma criação do actor Pedro Lacerda, proposta para um actor e um pintor.

2014
Integra o projecto, Noite daLiteratura Europeia a convite do actor Ùlisses Bravo Ceia e o Goethe-Institut Portugal. Está representado em colecções públicas e privadas, expõe com regularidade desde 1989.

NO PASSEVITE